Carnaval 2024: não confunda assédio com paquera

Carnaval 2024: não confunda assédio com paquera

Não sabe a diferença entre assédio e paquera? Tem muito marmanjo por aí que também não entende (ou faz de conta que não).

A gente explica: paquera é toda vez que o flerte é retribuído. Nem sempre a permissão para beijar alguém é verbal. Tem muitos jeitos de consentir: por indiretas, chegar pertinho, encontrar de propósito, chegar a centímetros dos lábios dele para ele tomar a iniciativa.

Da mesma forma, nem sempre o não é verbal. Quando a gente não tá afim, desvia o olhar, se esquiva do toque, se afasta da aproximação ou só ignora a existência do cara mesmo. Fica bem nítido que não estamos afim!

A diferença é que um cara massa respeita e não insiste mais ao perceber que a guria não está afim. Fingir que não percebeu que ela não tá no mesmo clima e mesmo assim insistir e tentar beijar ou passar a mão é característica nítida de um assediador – não seja esse cara!

A campanha “Respeita as Gurias na Folia” é uma ação do Programa Jovens Multiplicadoras de Cidadania (JMC’s – @jmcs.themis), da Themis, com parceria da União das Escolas de Samba de Porto Alegre (UESPA), e apoio do Instituto Mattos Filho e do Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Sul (MPT-RS).

Fonte: Guia Prático e Didático da Diferença entre Paquera x Assédio – Revista AZMina